Publicado na 6 de Maio de 2016

Autor do livro “Técnicas de Aplicação de Óleos Essenciais”, o osmólogo Fernando Amaral fala sobre os benefícios do uso de óleos essenciais.


Os óleos essenciais, amplamente utilizados em diversas práticas profissionais, estão presentes em praticamente todos os segmentos ligados a terapias de saúde e beleza, não apenas por serem produtos naturais, ecologicamente corretos, mas também por sua eficácia e benefícios inquestionáveis. Abaixo, confira o que você precisa saber sobre óleos essenciais segundo o especialista Fernando Amaral, autor do livro Técnicas de Aplicação de Óleos Essenciais (Cengage Learning, 2015):

1) Óleos essenciais servem para (quase) tudo

Para resumir a importância dos óleos essenciais, Amaral afirma que é mais fácil falar para o que eles não servem: tratamento oftalmológico. Só isso. “Nos demais tratamentos, sejam de pele, sistemas corporais, sistema nervoso, emoções, dores, feridas, cortes e inflamações, os óleos essenciais podem ser utilizados”, conta o osmólogo (pessoa especialista em aromas), que desde 1995 atua na pesquisa desses elementos.

“Meu livro apresenta aos profissionais ligados às áreas de saúde e beleza as técnicas que promovem a qualidade de vida e a saúde da pessoa, de sua pele, dos cabelos aos pés, em uma filosofia que visa à manutenção do corpo saudável de forma rápida e prazerosa”, diz.

2) A aromaterapia vai ter um boom no Brasil

Segundo Amaral, o Brasil está prestes a adotar a aromaterapia em larga escala. A procura pela prática, comum na Europa desde o final dos anos 1990, está ligada a um novo nicho de mercado: aquele formado por consumidores que buscam produtos com menos substâncias químicas e menos agressivos ao meio ambiente. Isso, claro, além de serem eficazes e de trazerem benefícios imediatos.

“Óleos essenciais são de suma importância para a vida pessoal e profissional de uma pessoa pelo simples fato de serem ferramentas de saúde e de beleza. Tudo o que envolve o universo dos óleos essenciais é belo, nobre e saudável, desde o cultivo das plantas até os processos de extração, que são puros e encantadores”, fala o especialista em plantas aromáticas e em óleos essenciais.

Para Amaral, o “boom da Aromaterapia” no Brasil chega com o crescimento das profissões que a utilizam, a divulgação de estudos nas áreas de saúde e cosmética e também se deve à facilidade na aquisição dos óleos essenciais, hoje encontrados na maioria das farmácias de manipulação do País. “É o segmento que mais cresce em desenvolvimento profissional no setor de cuidados pessoais”, afirma.

3) O Brasil tem perfil avançado e inovador na produção de capital humano

Todos os anos, o grande número de cursos de formação profissional – seja de escolas especializadas ou faculdades – coloca milhares de profissionais no mercado de trabalho ligado a terapias de beleza. “Neste ponto, o desenvolvimento é rápido e a diversidade profissional que temos é única em comparação com outros países. No Brasil, formam-se esteticistas, podólogos, visagistas, naturólogos, fisioterapeutas, massoterapeutas, médicos e farmacêuticos de altíssimo nível”, diz uma passagem do livro Técnicas de Aplicação de Óleos Essenciais.

4) Não basta ser óleo essencial para ser bom!

Apesar dos óleos essenciais entregarem resultado satisfatório nas terapias de beleza, Amaral alerta em seu livro: “Para que isso aconteça, é necessário ter óleos essenciais certos, de qualidade boa e controlada; ter competência para selecionar os mais adequados para cada tratamento entre diversos óleos essenciais disponíveis; ter pleno conhecimento das dosagens em gotas para cada tipo de aplicação; e, por fim, querer levar esse grande poder da natureza para dentro do seu método de trabalho para tornar-se um profissional cada vez mais natural”, ressalta.

Por isso, Amaral, que atua na pesquisa desses elementos desde 1995, escreveu o livro. O objetivo é esclarecer as principais dúvidas sobre o tema e alinhar o conhecimento técnico às boas práticas de aplicação profissional, ensinando, de forma simples, terapias e tratamentos 100% naturais. Em Técnicas de Aplicação de Óleos Essenciais, são dadas dicas sobre aplicações e usos dos principais tipos de óleo, como argan, amêndoas, abacate, jojoba, entre outros, além de usos de diferentes tipos de argilas.

“O uso de óleos essenciais é muito seguro quando o material é de qualidade e se aplicado com técnicas específicas. Por perceber que a evolução do mercado brasileiro no uso e consumo de óleos essenciais foi orientada com lacunas, dúvidas e inseguranças, desafiei-me a escrever e publicar o livro”, conta.

5) Dicas de aplicação de óleos essenciais

Para ajudar principiantes e profissionais qualificados a se aventurarem pelo mundo dos óleos essenciais, Fernando Amaral indica mais de 300 aplicações diferentes, com 52 óleos essenciais, em sua obra. Abaixo, ele compartilha quatro dicas de aplicação:

Para dormir melhor – Aplique uma gota de óleo essencial de lavanda (Lavanda officinalis) no travesseiro. Com isso, o sono fica pesado e profundo.

Para reduzir espinhas – Aplique uma gota de óleo essencial de melaleuca (Melaleuca alternifólia) em uma xícara de café de água, molhe um algodão e aplique sobre as espinhas.

Para sanar o nariz entupido – Aplique três gotas de óleo essencial de eucalipto (Eucaliptus globulus) em dois litros de água fervente. Fique próximo ao vapor por três minutos, respirando até ocorrer a desobstrução das narinas.

Para aliviar dores nos pés – Aplique sete gotas de óleo essencial de lavanda (Lavanda officinalis) em uma colher de sal grosso e despeje em uma bacia com água quente. Faça o escalda-pés à noite, antes de dormir, por 15 minutos.