Publicado na 9 de dezembro de 2010

Em Comunicação corporativa: a disputa entre a ficção e a realidade, Lícia Egger-Moellwald faz um levantamento consistente sobre como as empresas usam técnicas e ferramentas próprias das grandes mídias para envolver, por meio da ficção, seus funcionários e fazê-los crer que a entrega total aos ditames corporativos é garantia de sucesso. A reflexão diz respeito a como as empresas constroem sua comunicação pela óptica do executivo visto como possível herói e baseada em um cenário de pura ilusão.
A partir da hipótese de que a comunicação corporativa, atualmente, pode ir contra o que é esperado, criando paradoxos que comprometem o desempenho e a lucratividade, a autora analisa os erros de comunicação que têm potencial para eclipsar todo empenho dos gestores.
Esta obra aborda, de modo dinâmico e inteligente, como as formas visíveis e invisíveis de convencimento usadas para a construção de um cenário idílico, se não forem compatíveis com a realidade, podem funcionar como estopim para o comprometimento emocional dos profissionais. Os autores são John L. Ingraham e Lícia Egger-Moellwald .