Stanley Brue, Randy Grant

ISBN-13: 9788522126224

© 2017

616 Páginas

Preço: Sob cunsulta

O objetivo do livro é contar a evolução do pensamento econômico desde sua origem de maneira clara e didática. Tendo em vista o grande interesse surgido pelo assunto, reflexo das rápidas mudanças que acontecem no quadro social hoje, e as novas ideias e tendências do mercado voltado para esta área, estudar a história do pensamento econômico, passando pelos principais pensadores, é uma porta que se abre para o estudante de economia ou para o interessado na área entrar com mais recursos no campo econômico.

Além disso, História do Pensamento Econômico traça uma linha do tempo, passando por vários pensadores, como Thomas Mun, David Hume, Adam Smith, David Ricardo, John Stuart Mill, Max Weber e muitos outros que compõem a história da economia ao longo dos séculos.

A versão brasileira da obra traz, dois anexos, elaborados pelo revisor técnico, que contam um pouco da história do pensamento econômico da América Latina com ênfase na Cepal (Comissão Econômica para a América Latina), e traçam um panorama da evolução das ideias econômicas no Brasil.

  • O principal objetivo deste livro é apresentar a evolução da economia de uma maneira clara, didática, equilibrada e interessante;
  • Esta obra contém seis novas ou significamente revisadas seções “O passado como preâmbulo” que deverão ajudar o aluno a reconhecer as conexões lógicas e históricas entre ideias e vinculá-las a outras áreas de seu estudo;
  • As seções “Perguntas para estudo e discussão” ao final dos capítulos foi ampliada, com perguntas tanto sobre o conteúdo antigo quanto o novo.
  • Este livro inclui também: 5 perguntas principais: á medida que cada escola é apresentada, cinco perguntas são consideradas: Qual era o cenário histórico? Quais eram os principais dogmas? Quem a escola beneficiou? Como a escola foi válida, útil ou correta? Quais dogmas se tornaram contribuições duradouras? Sendo que a resposta a essas perguntas fornecem um resumo de cada escola.
  • Traz uma Linha do tempo das ideias econômicas destacando abordagens importantes e os nomes mais representativos para o desevolvimento daquela escola ou conjunto de ideias;
  • Perguntas para estudo – encontradas no final dos capítulos, elas revisam o conteúdo e estimulam os alunos a “ampliar” seu conhecimento.

Capítulo 1 – Introdução e Visão Geral
Capítulo 2 – A Escola Mercantilista
Capítulo 3 – A Escola Fisiocrática
Capítulo 4 – A Escola Clássica – Precursores
Capítulo 5 – A Escola Clássica – Adam Smith
Capítulo 6 – A Escola Clássica – Thomas Malthus
Capítulo 7 – A Escola Clássica – David Ricardo
Capítulo 8 – A Escola Clássica – Bentham, Say, Senior e Mill
Capítulo 9 – A Ascensão do Pensamento Econômico
Capítulo 10 – O Socialismo Marxista
Capítulo 11 – A Escola Histórica Alemã
Capítulo 12 – A Escola Marginalista – Precursores
Capítulo 13 – A Escola Marginalista – Jevons, Menger, Von Wieser, E Von Bohm-Bawerk
Capítulo 14 – A Escola Marginalista – Edgeworth e Clark
Capítulo 15 – A Escola Neoclássica – Alfred Marshall
Capítulo 16 – A Escola Neoclássica – Economia Monetária
Capítulo 17 – A Escola Neoclássica – Afastada da concorrência Perfeita
Capítulo 18 – Economia Matemática
Capítulo 19 – A Escola Institucionalista
Capítulo 20 – A Economia do Bem-Estar Capítulo 21 – A Escola Keynesiana – John Maynard Keynes
Capítulo 22 – A Escola Keynesiana – Desenvolvimento de Keynes
Capítulo 23 – Teorias do Crescimento e Desenvolvimento Economico
Capítulo 25 – A Escola de Chicago – O Novo Classicismo
Capítulo 25 – Pensamentos de Conclusão