Publicado na 31 de agosto de 2011

A seguinte notícia foi publicada no site Logística Descomplicada no dia 31 de Agosto de 2011:

“Enquanto o marketing planeja o relacionamento com o cliente e a posição da marca no mercado, a logística operacionaliza esse relacionamento. As duas áreas estão intimamente ligadas e alguns chegam a dizer que a logística evoluiu do próprio marketing. Assim, para criar boas estratégias logísticas é preciso pensar no impacto que elas terão no relacionamento com o cliente, quanto valor será oferecido aos consumidores.
Para entender melhor e desvendar os mistérios desta relação, indico hoje o livro Estratégias de Marketing, um dos mais completos na integração marketing-logística, contando com vários estudos de caso para ilustrar a relação.
O livro oferece abordagem prática e direta da análise, do planejamento e da implementação de estratégias de marketing nas corporações. O núcleo do modelo de planejamento estratégico de mercado é a análise das forças e fraquezas internas à organização e das oportunidades e ameaças externas a ela (a análise SWOT).
O livro começa incluindo o marketing na nova economia, discutindo as principais atividades, decisões e desafios do marketing dos dias de hoje. Uma vez definido o planejamento estratégico e suas implicações éticas e sociais, partimos para a coleta e análise das informações de marketing, avaliando os ambientes interno, externo e do consumidor. Quando toda essa base está criada, é possível então partir para a criação de vantagem competitiva e com foco estratégico, onde entra a famosa análise pela matriz SWOT.
É a partir deste ponto que o livro torna-se especialmente interessante para a área da logística. Um capítulo é dedicado à estratégia do produto, com análise das possíveis formas de diferenciação e o estudo do ciclo de vida dos produtos. O capítulo seguinte é destinado ao estudo de formação de preços, uma área totalmente dependente das opções logísticas empregadas desde a fabricação até a entrega do produto ao cliente. A seguir, o livro destaca-se ainda mais por oferecer um capítulo inteiramente para discussões sobre a Gestão de Cadeia de Suprimentos.
Complementam o livro exercícios e questões para discussão ao final de cada capítulo, bem como 14 estudos de caso para ilustrar todos os aspectos abordados nas mais de 500 páginas. Todos os casos ilustram como tirar proveito das forças da organização e como obter vantagem competitiva de maneira eficiente, considerando o planejamento e as estratégias de marketing.”