Publicado na 27 de outubro de 2016

Para especialistas em educação e autoras de “Motivação, Atitudes e Habilidades” (Cengage Learning), as diferenças que compõe a sociedade não podem ser estigmatizadas, mas utilizadas como um dos principais trunfos de uma educação cidadã

A educação contemporânea não pode estigmatizar ou excluir as diferenças, mas tratá-las como valores positivos e cruciais para todo o processo de aprendizado e vivência dos alunos. É o que defendem Denise D’Aurea-Tardeli e Fraulein Vidigal de Paula, doutoras em Psicologia Escolar da Universidade de São Paulo (USP) e autoras da Cengage Learning.

 

Não podemos ignorar que todas as pessoas são diferentes em alguma medida. No entanto, certas características, em vez de receberem uma conotação positiva, ganham uma estigmatização, uma esteriotipia. Isso afeta não só quem é alvo, quem porta essa diferença, mas todos aqueles que convivem no espaço onde essas diferenças existem”, defende Fraulein.

 

“Acredito que a escola, por ter explicitamente esse papel de formar, deve também tomar para si esse propósito, de educar um ser humano mais preocupado com a sustentabilidade, menos centrado em si mesmo, e que leve em conta o outro. Ao mesmo tempo, este ser humano precisa ser autônomo, agente de sua própria história e da História que está sendo feita todos os dias”, completa.

 

Para Denise, pensar o processo educacional é, também, pensar na visão de país que pretendemos ser. “É necessário que reflitamos não só as políticas públicas de educação, mas também as instituições de âmbito público e privado. É preciso valorizar e investir, pois o processo educacional é fundamental para a formação dos valores e de toda responsabilidade social, de toda participação e inserção social. O trabalho com as diferenças é fundamental. Se não o preservarmos, principalmente no ensino superior, perderemos muito. Aprendemos com as diferenças, e o respeito à diversidade é fundamental para uma sociedade que se diz democrática”, conclui.

 

Ambas as educadoras são organizadoras do livro Motivação, Atitudes e Habilidades – Recursos Para a Aprendizagem, lançamento da Cengage Learning. A obra convida professores e demais profissionais da educação a questionarem seus pontos de vista éticos e pessoais e a prática cotidiana no exercício de sua função, para que possam promover uma educação que contribua com a formação de cidadãos responsáveis e comprometidos com a justiça e com a sustentabilidade do planeta.

 

O livro, que já está à venda nas melhores livrarias, pode ser folheado virtualmente no link https://goo.gl/B0Vl6s.