Publicado na 9 de agosto de 2014

gamificacion

A gamification é “O processo de integrar mecanismos dos jogos em ambientes não lúdicos para conseguir mais participação e fidelidade por parte do público, além de criar mais diversão”. Esta técnica foi utilizada por marcas, redes sociais e aplicativos para manter a fidelidade e incentivar a participação dos usuários, pois permite uma maior exposição e dá ao participante um experiência satisfatória ao avançar pelas distintas etapas da atividade.

Por que a gamification é eficaz?
Uma vez que entendemos o que é gamification de forma geral, é sensato chegar a uma explicação mais específica da atividade para compreender como esta técnica pode ser útil no processo cognitivo dos seres humanos.

Como seres significantes, estamos determinados a entender o mundo por meio de relações metafóricas entre a realidade e os conceitos culturais que damos a ela, portanto aplicamos uma carga de valor à realidade por meio da interação com outras pessoas. Desde pequenos adentramos num processo cultural mediado pelas pessoas que estão a nosso redor, o que nos permite crescer e se desenvolver numa esfera detalhada, em primeira instância, pela nossa família e, em segunda, pelas instituições sociais.

Mas não é que sejamos como uma esponja que, de forma automática, absorve o que o ambiente oferece, mas sim que vamos concentrando o conhecimento do mundo por meio dos sentidos, até que seja possível começar a significar. Neste momento, vamos outorgando ao mundo uma cara e nomeamos os objetos, criamos vínculos afetivos e vamos entendendo o mundo.

As crianças, desde cedo, utilizam os jogos para gerar este processo de abstração, pois, a partir do jogo criam, uma de suas primeiras aproximações da realidade e são capazes de obter informação da realidade que sucessivamente se transformará em sua forma de entender o mundo. Por meio do jogo, a criança entende as funções sociais, ou seja, ao jogar, por exemplo, ladrão e polícia ou papai e mamãe.

Entendemos então os jogos como uma realidade paralela, que se fortalece dentro da mesma estrutura, com regras, objetivos, competências, enigmas etc. Mas que, finalmente, não cria no jogador uma sensação de realidade total, pois ele sabe que as ações que estão dentro dessa realidade paralela não afetarão seu desenvolvimento na vida real. Exemplos claros são os jogos de Facebook onde é possível criar uma granja, uma sociedade virtual etc. Estes espaços são feitos com uma estrutura complexa por trás, pois os jogadores vão construindo uma história e podem se desenvolver, crescer, fracassar, atacar, intrigar e fazer tudo o que uma pessoa faz na vida real, mas num espaço que não afeta sua vida cotidiana.

badges-1024x514 (1)

Como podemos usar a gamification numa tarefa para deixá-la mais divertida?
Há muitos casos de sucesso utilizados por marcas para manter os usuários perto de seus produtos e com um nível de satisfação bastante alto; por isso, podemos completar uma tarefa utilizando esta técnica, sempre com uma estratégia.
É importante que antes de aplicar a gamification em uma tarefa busquemos os objetivos que queremos alcançar. Uma vez definidos, temos que encontrar os pontos que podemos potencializar mediante incentivos que façam o jogador progredir na atividade, sempre evitando os níveis de frustração, o que leva o usuário a se ver cada vez mais motivado para continuar.

“As crianças, desde cedo, utilizam os jogos para gerar este processo de abstração, pois, a partir do jogo criam, uma de suas primeiras aproximações da realidade”

É possível utilizar esta técnica numa atividade off-line ou on-line e também é possível misturar ambas, o que faz que a tarefa não seja uma atividade de um único lugar, mas que seja possível ingressar nela desde muitos pontos, motivando assim o usuário a continuar o jogo além da área em que se está desenvolvendo.

A gamifiication é uma técnica efetiva dada sua proximidade com os processos cognitivos que desenvolvemos em nossa infância, ou seja, é muito mais fácil manter a atenção na atividade que se está fazendo e com o incentivo de que o resultado para os participantes têm ainda mais valor que realizar a tarefa em si, pois apelamos à interação simbólica, a relação humana e a criação de habilidades, técnicas ou estratégias de desenvolvimento social enquanto são cumpridos os objetivos. Mesmo assim, não devemos esquecer que não é uma fórmula geral que possa ser aplicada a tudo de forma eficaz: haverá situações nas quais será melhor utilizar alguma outra técnica para alcançar os objetivos da tarefa.