Robert B. Denhardt, Thomas J. Catlaw

ISBN-10: 8522125627

ISBN-13: 9788522125623

© 2017

408 Páginas

Preço: R$ 74,90

A obra de Robert Denhardt apareceu em momento extremamente oportuno para o admnistrador público brasileiro. O campo de estudos da administração pública vive uma transição, depois de cerca de 30 anos do predomínio da onda da “nova gestão pública”, conhecida mundialmente como new public management. Para tanto, esta novíssima edição contou com a colaboração do coautor Thomas Catlaw, que, com Robert Denhardt, revisou a edição anterior para focar na relação entre a teoria e a prática da administração pública de modo construtivo.

Teorias da administração pública tem como objetivo trazer o estudo da administração pública tanto para administradores públicos comprometidos com o exercício da atividade em seu dia a dia como para estudantes de administração pública e de áreas correlatas.

De maneira geral, o livro apresenta teorias e abordagens sobre a administração pública de modo que possibilite a difusão de modelos organizacionais mais democráticos. Trata-se de um texto que propicia aos seus leitores, em grau diferenciado, uma recolocação vigorosa das questões particularmente caras ao campo da administração pública, em especial o interesse público, a governança democrática e o papel do administrador público como articulador, facilitador e catalisador dos anseios dos cidadãos.

Este é um livro sobre teoria, mas também sobre prática. Ele foi escrito para apresentar teorias sobre a organização pública aos estudantes de administração pública e aos que estão fora do campo de estudo que pretendem se envolver em organizações comprometidas com desígnios públicos.

Este livro incorpora vários elementos pedagógicos importantes, inclusive questões para debate e estudos de caso curtos, mas pertinentes e pontuais, ao fim de cada capítulo. Outro recurso importante é o apêndice sobre o uso de um Diário do Administrador. O Diário oferece uma forma de ligar teoria e prática. Algumas mudanças feitas nesta nova edição:
O Capítulo 1 foi reestruturado e revisado de forma significativa para mostrar com mais clareza a abordagem distinta à questão do relacionamento entre teoria e prática e as relações entre as várias perspectivas e abordagens apresentadas neste livro.
Foram feitas revisões importantes das seções sobre Karl Marx e Sigmund Freud para reafirmar e tornar mais acessível sua importância para a organização pública;
O Capítulo 5 acrescenta uma nova seção às teorias contemporâneas sobre motivação, incluindo a motivação no serviço público, e sua implicação para as expectativas da perspectiva organizacional humanista.
O Capítulo 7 amplia significativamente sua discussão sobre gênero e organização pública e acrescenta importantes materiais novos sobre questões raciais,orientação sexual e condição física. Ele ilustra como as teorias feministas e da homossexualidade, em particular, proporcionam perspectivas singulares e úteis por meio das quais podemos entender como as diferenças e identidades influenciam a vida organizacional pública.

Capítulo 1 – Organização pública como objeto de aprendizagem
Capítulo 2 – Herança intelectual: Marx, Weber e Freud
Capítulo 3 – Herança política: de Wilson a Waldo
Capítulo 4 – Modelo racional de organização
Capítulo 5 – O humanismo organizacional e a nova administração pública
Capítulo 6 – Ênfase em política pública e a nova gestão pública
Capítulo 7 – Além do modelo racional: em direção à teoria democrática da organização pública
Capítulo 8 – O profissional como teórico